Uncategorized

The Maasai People in Tanzania! A people of shepherds and warriors.

Maasai 14

English After the Portuguese

O Povo Masai na Tanzânia!

Um Povo de pastores e guerreiros.

Uma experiência única porque é dos grupos tribais étnicos africanos que mais preserva as suas tradições culturais.

Qualquer pessoa que tenha interesse e visite a Tanzânia pode ser organizado uma visita a uma aldeia onde será bem recebido e todas as perguntas e curiosidades respondidas por um dos membros da tribo.

E sendo uma sociedade por natureza patriarcal eu fui apresentada à tribo pelo líder.

Toda a sua  joalharia é rica em cores vivas e vibrantes e adornam-se bastante. Muito bonitas!

Tem o vermelho como cor principal e oficial da sua indumentária com as outras restantes cores vibrantes que compõem os mantos com que se vestem são as Shúkàs. E as suas sandálias feitas com pneus duram uma vida! (foi só em 1960 que os Masai começaram a substituir as peles de animais com que se vestiam pelo algodão das Shúkàs).

Durante anos e anos foram um povo temido pelos outras tribos e por os de fora.

A classe social dos Masai é determinada pelo número de vacas que têm e as suas casas – Boma é o seu nome – são feitas com esterco das vacas e barro. As aldeias são construídas em círculos, mas são as vacas (o seu principal alimento)  que ficam no centro da aldeia para ficarem assim mais protegidas dos animais selvagens.

Os homens Masai podem ter mais que uma mulher ao mesmo tempo, se tiverem vacas suficientes para o dote, já as mulheres, pois, só um homem.

Maasai 9

Fui convidada para ir à escola da aldeia assistir a uma aula onde as crianças cantaram para mim. As crianças são obrigadas a irem à escola e foi-me explicado pelo líder o cuidado que tem tido para as mesmas aprenderem o inglês para além do seu dialecto oficial que é o Maa.

Maasai 5Maasai 4

O Enkai é o seu deus, o criador supremo dos masai e o que lhes deu o gado, a chuva, a fertilidade, o sol e o amor.  E Olapa a deusa da lua casada com Enkai.

Os jovens vestidos de preto e com as pinturas faciais brancas são os jovens Masai que estão a ser iniciados na maioridade através de várias cerimônias de iniciação. A principal é a circuncisão – Emorata – onde centenas de meninos pertencentes a uma determinada faixa etária são circuncidados na mesma altura do ano.

Durante 4 a 8 meses os meninos tem que se vestir assim.

Embora seja ilegal na Tanzânia e no Quênia as meninas também são circuncidadas – Emuratare – esta prática permanece profundamente enraizada e valorizada pela cultura Masai e também para as meninas é a cerimônia que as inicia na idade adulta através da circuncisão ritual e depois a um casamento organizado precocemente. Os Masai acreditam que a circuncisão feminina é necessária porque os homens podem rejeitar qualquer mulher que não tenha passado por ela como não sendo digna para casar pois não dará filhos saudáveis ao marido e o seu dote de noiva será reduzido.

Da mesma forma que os rapazes, também as jovens meninas usam roupas escuras, pintam seus rostos com marcas brancas, a diferença é que após a cerimônia cobrem os seus rostos.

Existe um mito no mundo que um jovem rapaz deve matar um leão antes de ser circuncidado. Não é verdade. Entretanto, matar um leão proporciona grande valor e fama na comunidade. E é  por isso que é precisamente o leão o totem dos Masai – que no entanto pode ser morto.

Estima-se que na Tanzânia existam cerca de 430.000 Masai e sendo a sua natureza semi-nómada é complicado precisar ao certo quantos são tendo em conta que é o único grupo étnico a poder caminhar livremente entre a Tanzânia e o Quênia, totalizando cerca de 841.622.

Podemos encontrar Masai’s por toda a Tanzânia e Quênia e a viver nas cidades. Há importantes pessoas de etnia Masai reconhecidas. Por exemplo o primeiro ministro da Tanzânia entre 2005 a 2008  Edward Lowassa era Masai ou a activista Agnes Pareyio que luta pelos direitos das meninas sujeitas ao Emuratare também é Masai do Quénia.

Na Tanzânia é nas imediações do Serengeti e na Área de Conservação Ngorongoro que encontramos mais aldeias do povo Masai.

 

 

The Maasai People in Tanzania! A people of shepherds and warriors.

A unique experience and it was something that I asked to happen because it is one of the ethnic African tribal groups that most preserve their cultural traditions.

Anyone who has interest and visit Tanzania can be arranged a visit to a village where they will be welcomed and all our questions and curiosities answered by one of the tribe members.

And being a patriarchal community by nature I was introduced to the tribe by the leader.

Considered one of the tallest people in the world. The way men perform in their dances is in jumps, and some leap high, and women dance with smaller bumps in order to just wag their beautiful, wide necklaces made with beads that adorn their necks.

 

All of their jewelry is rich in vivid and vibrant colors and they adorn themselves well and so beautiful.

 

It has the red as the main color and official of its dress with the other remaining vibrant colors that make up the robes that dress are the Shúkàs. And the sandals made with tires last a lifetime! (it was only in 1960 that the Maasai began to replace the skins of animals with which they dressed by Shúkàs cotton).The Massai for years and years were a people feared by other tribes and from the outsiders.

 

The social class of the Maasai is determined by the number of cows they have and their houses – Boma is their name – are made with cow dung and mud. The village is built in circles, but it is the cows (their main food) that are in the center of the village to be more protected from the wild animals.

Maasai men may have more than one woman at a time, if they have enough cows for the dowry, and women, then, only one man.

Maasai 9

I was invited to go to the village school to attend a class where the children sang to me. The children are forced to go to school and I was told by the leader how careful they have been to learn English beyond their Maa dialect – the official Maasai dialect.

Maasai 5Maasai 4

 

The Enkai is their god, the supreme creator of the Maasai and the one who gave them cattle, rain, fertility, sun and love. And Olapa the moon goddess married to Enkai.

The young people dressed in black and with the white face paintings are the young Maasai who are being initiated into adulthood through various initiation ceremonies. The main one is circumcision – Emorata – where hundreds of boys belonging to a certain age group are circumcised at the same time of year.

For 4 to 8 months the boys have to dress like that.

Although it is illegal in Tanzania and Kenya girls are also circumcised – Emuratare – this practice remains deeply rooted and valued by the Maasai culture and also for girls is the ceremony that begins them through adult circumcision ritual and then to a marriage organized early.

The Maasai believe that female circumcision is necessary because men can reject any woman who has not passed through her as not being worthy to marry, and therefore their dowry to become engaged is reduced and she not give to her husband healthy children.

In the same way as the boys, also the young girls wear dark clothes, paint their faces with white marks the difference is that after the ceremony cover their faces.

 

There is a myth in the world that a young boy must kill a lion before being circumcised. Is not true. However, killing a lion provides great value and fame in the community. And that is why it is precisely the lion that is the Maasai totem – which can however be killed.

 

It is estimated that there are about 430,000 Maasai in Tanzania, and since it is semi nomadic people in nature it is difficult to pinpoint how many are taking into account that it is the only ethnic group to be able to walk freely between Tanzania and Kenya, totaling about 841,622.

 

We can find Massai’s throughout Tanzania and Kenya and live in the cities and there are even important Maasai ethnic people recognized. For example the Tanzanian prime minister from 2005 to 2008 Edward Lowassa was Maasai or activist Agnes Pareyio who fights for the rights of girls subject to Emuratare (FGM) also she is a Maasai from Kenya.

 

In Tanzania it is in the vicinity of the Serengeti and in the Ngorongoro Conservation Area that we find more villages of the Maasai People.

 

Um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: